OSBNH questiona falta de transparência

Observatório Social não conseguiu apresentar dados concretos na apresentação do seu 5º Relatório Quadrimestral por falta de informação e divulgação por parte da prefeitura.

Publicado para | Destaque em 13 de setembro de 2018 08:31

Falta de transparência
Observatório Social NH questiona dados divulgados pela prefeitura

Nesta terça-feira 11/09, o Observatório Social Brasil Novo Hamburgo apresentou seu relatório quadrimestral do segundo quadrimestre de 2018 no Campus II da Feevale. Voluntários e representantes da administração pública estiveram presentes. No entanto, a ONG não conseguiu apresentar dados concretos  por falta de informação e divulgação por parte da prefeitura. “O Observatório encaminha ofícios para a prefeitura solicitando dados para análises econômicas, financeiras e contábeis mas ficamos no vazio e não recebemos respostas que são de direito de toda população e nem mesmo no portal da transparência é possível localizar esses dados”, exemplificou o vice presidente para assuntos de controle social e metodologia do OSBNH, João Rocha Neto. A coordenadora jurídica do Departamento de Compras da Prefeitura Municipal de NH, Sabrina Sauerssig Wedling , admite que o trabalho do Observatório busca melhorar a qualidade do serviço público, no entanto rebate que os dados existem. “É preciso conhecimento para saber interpretar”, explica. O vice presidente de capacitação do OSBNH, Andre Arrué, reforça que os dados divulgados no portal da transparência são limitados. “Se os dados fossem abertos poderíamos fazer as análises de forma mais esclarecedora “, enfatiza.

O que é um Observatório Social?
É um espaço para o exercício da cidadania, que deve ser democrático, apartidário e reunir o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública.
Cada Observatório Social é integrado por cidadãos brasileiros que transformam o seu direito de indignar-se em atitude: em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos.

No Brasil existem atualmente 133 Observatórios Sociais em 16 Estados.
Entre 2003 e 2016, a ONG já conseguiu economizar para os cofres públicos R$ 2 bilhões nos municípios onde atua.

Mantenedores

ObservatórioSocial de Novo Hamburgo

O Observatório Social do Brasil | Novo Hamburgo é um espaço para exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário, reunindo o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública. É integrado por cidadãos que transformaram o seu direito de indignar-se em atitude: em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos.